Iansã

EXPLANAÇÃO SOBRE MÃE IANSÃ E DOUTRINA
“Iansã tem um leque que venta,.. para abanar dia de calor. Iansã mora na pedreira,.. eu quero ver o meu pai Xangô”…

Devemos compreender as Divindades, com paciência, dedicação e cautela, pois quando falamos sobre
os mistérios Divinos, adentramos um universo grandioso, onde somos agraciados por Olorum com esses Orixás,.. os cuidadores do Universo.

Nossa amada Mãe Iansã é a senhora dos ventos, portanto, imaginemos uma ventania se direcionando para todos os lados, ora para um, ora para outro lado. Essa energia nós não vemos, mas a sentimos, pois a todo instante como o vento, nos direcionamos de um lado para o outro.
Nossa mãe Iansã é dona do direcionamento. Ela só entra em nossas vidas, como direcionadora da Lei, caso a direção que estejamosdando à nossa evolução e religiosidade não siga a linha correta traçada pela Lei Maior (Ogum).

Quando não é possível reconduzir o ser à linha reta da evolução,uma das Iansãs intermediárias cósmicas, que atuam em seus aspectos negativos, paralisa o ser e o retém em um dos campos de esgotamento mental, emocional e energético, até que ele tenha sido esgotado de seu negativismo e tenha descarregado todo o seu emocional desvirtuado e viciado.

A Senhora das Energias Puras Eólicas, nos traz a vida porque sem o ar não viveríamos.
Ela nos dá direcionamento, pois sem ele seríamos como um carro sem motorista, sem o ponto que guia e direciona.

Quando ficamos sem saber o que fazer, sem que rumo tomar, não devemos sentir vergonha de pedir à nossa amada Mãe Iansã, um direcionamento na vida, principalmente em negócios difíceis de serem resolvidos, nos relacionamentos sentimentais, e em tudo que precisar de um encaminhamento correto.


Como Guardiã de um dos Mistérios de Olorum, ela anula as injustiças e dilui os acúmulos emocionais. Como Divindade Cósmica, ela tem como atribuição atrair magneticamente os espíritos negativos, recolhe-los em seus domínios e retê-los, até que esgotem seus negativismos, para só devolvê-los às faixas neutras, de onde serão redirecionados para a luz ou para a reencarnação.

Como magnetismo aéreo, reflete em nós idealização, lealdade, sustentação, movimentação, circulação, ordenação, segurança, etc. Nossa Amada Iansã, eólica por excelência, irradia-se no fogo e no tempo e fixa-se nos cristais, no mineral e na terra. Dilui-se na água e absorve no vegetal. Basta errarmos, para que ela nos envolva em uma de suas espirais, impondo-nos num giro completo e transformador dos nossos sentimentos viciados.

A energia básica eólica é fundamental ao arejamento mental e ao equilíbrio emocional das pessoas. Se absorvemos muito dessa energia, tornamo-nos emotivos e “aéreos”, mas se absorvemos pouco, aí nos tornamos densos e bitolados. Ela areja nossa mente, direciona nossa evolução e fortalece nosso sentimento virtuoso.

Iansã é o vendaval que derruba e a ventania que faz tudo balançar. Iansã é a Lei atuando no sentido de direcionar os seres que se desequilibram. É a novidade que renova a Lei na mente e no coração humano; é a busca de melhores condições de vida para os seres.

DIRECIONAMENTO
 
“As preces direcionadas a Olorum nos são ouvidas e nos colocam em sintonia direta com as Divindades encarregadas de executar Sua vontade”.

Direção é a arte ou efeito de dirigir, de dar direção, de conduzir com ordenação, ordenar corretamente.
O direcionamento é uma das qualidades de Olorum, presente e ativo em tudo o que Ela gera e cria, tanto animado quanto inanimado, tanto visível aos nossos olhos de encarnados, quanto invisível.

Mãe Iansã é em si mesma essa qualidade do Divino Criador, ela dos seres emocionados, esgotando seus desequilíbrios e vícios, direcionando-os e abrindo-lhes novos campos, por onde evoluirão de forma menos emocional e mais equilibrada.

Mãe Iansã é extremamente ativa, é movimentadora e ampliadora da Lei nos campos da Justiça. Assim que o ser é purificado de seus vícios, Iansã entra em sua vida redirecionando-o a um outro campo, no qual retomará sua evolução.

Uma das suas atribuições é colher os seres fora-da-Lei, com um dos seus magnetismos alterar todo seu emocional desvirtuado, seu mental e consciência desordenados, para só então redirecioná-los, facilitando sua caminhada pela linha reta da evolução.

As energias irradiadas por Mãe Iansã densificam o mental, diminuindo seu emocional, acelerando suas vibrações. Com isso, o ser se torna mais emotivo e facilmente redirecionado.

Mãe Iansã é a Divindade da Lei cuja natureza é eólica, daí ser chamada de Senhora dos Ventos e das Tempestades. Ela é o vendaval que desaba e a ventania que faz tudo balançar.

Ela é o próprio sentido de direção da Lei; é um mistério que só entra na vida de um ser, caso a direção que este esteja dando a sua e a sua religiosidade não siga a linha reta traçada pela Lei Maior.

Todos os Orixás são ativadores da Lei Maior, e tudo aquilo que vai contra as Leis Divinas, poderá ser paralisado pela energia deste Orixá.
Ela é o ar que areja nosso emocional e nos proporciona um novo sentido da vida e uma nova direção ou um meio de vida, renovando a Fé na mente e no coração dos seres que banham-se por sua irradiação.

A essa Mãe Divina podemos pedir nosso encaminhamento correto no encontro de novos empreendimentos, conhecimentos, religião processos, incertezas, novas condições de vida, nos vários campos.

Que nossa Mãe Iansã sempre nos proporcione a correta adaptação aos meios onde vivermos, seguindo pelo caminho correto, caminho este a que Olorum designou a cada filho teu.

Eparrei , Iansã, nossa Mãe !

Características dos filhos de Iansã

Nascidos da Luz da Manhã, os Filhos de Iansã são a própria majestade do Orixá. Sua principal característica exterior é ser sempre uma entidade dominante. Ocupam naturalmente posição de destaque e nunca passam desapercebidos. Gostam de vestir-se sempre na moda e de estarem sempre atualizados, embora haja sempre uma pitada de exagero em quase tudo o que fazem. Têm personalidade marcante, que dificilmente é esquecida. Brilham em quase tudo o que fazem. São temperamentais por excelência, mudam de opinião com facilidade, amando ou desprezando objetos e pessoas ou, ainda, coisas, absolutamente sem motivos aparente. São inconstantes e sentimentais, arrependendo-se com facilidade por atos praticados, mas, também, esquecendo-os e, não raras vezes, repetindo-os. O Filho de Iansã herda do Orixá suas características Guerreiras, empenha-se em discussões estéreis, às vezes, só pelo prazer de contestar, não se preocupando absolutamente com os resultados finais. Todavia, quase em tudo o que toca consegue levar a bom termo. É também muito dedicado e prestimoso e além de tudo, alegre.

As Filhas de Iansã são sempre extremadas: ou amam apaixonadamente ou simplesmente esquecem. Incapazes de odiar, não hesitam em se reaproximar de alguém que lhes tenha magoado, sentindo, não raras vezes, uma real piedade e amor por essa mesma pessoa se, por qualquer razão, estiver em posição de dor ou inferioridade. Não raras vezes, também, assumem as causas alheias, trazem parentes enfermos para dentro das próprias casas, depois, brigam com maridos e filhos por causa desses parentes, posteriormente, invertem toda a situação, mandando embora quem haviam trazido e buscando a paz familiar, como se nada tivesse acontecido. Fazendo tudo em escala maior, amam com intensidade, dão-se com facilidade, produzem ou promovem e depois, pura e simplesmente, esquecem. Quer seja homem ou mulher, o Filho de Iansã será sempre alguém que dificilmente consegue passar desapercebido. Será sempre um temporal num copo d’água, passando da tranqüilidade de um lago sereno a incerteza de um mar tempestuoso. Sua principal característica positiva reside na sua capacidade de não apenas perdoar quem eventualmente lhe haja ofendido, como principalmente, esquecer a ofensa. Talvez nenhum outro consiga realmente esquecer o Filho de Iansã. Quando lideres em alguma atividade, quase sempre marcam, de maneira indelével, suas administrações, mesmo que isso lhes custe sacrifícios. As Filhas de Iansã são extremadas como as chamadas “super mães”. Lutam pela felicidade e progresso de seus filhos e não admitem erros ou faltas, embora, quase nunca tenham coragem de punir as crianças. Como pessoas são exageradamente ciumentas, às vezes, chegando a infernizar a vida de seus companheiros por causa do ciúme.

ORAÇÃO Á AMADA MÃE IANSÃ

Amado criador, pedimos Vossa permissão para ofertar nossa fé à uma de Vossas dádivas divinas, que é nossa Mãe Iansã.

Querida e Amada mãe Iansã, estamos aqui, diante de vós, para aclamá-la e receber vossas energias, para que não nos percamos nos caminhos de nossa evolução. Diante de vós, pedimos que nos envolva com vossas vibrações divinas e nos direcione nas nossas vidas, tirando-nos dos desvirtuados caminhos pelos quais até hoje andamos.

Ó Mãe Divina, reluza vossa luz viva sobre nossos sete campos internos e sobre nossos sete campos externos, para que assim, imantados por vós, possamos ter o que tanto procuramos, que é Paz para resolver nossos problemas, e direcionamento diante das grandes dificuldades diante de nossas vidas.

Amada Mãe, nós vos evocamos e vos pedimos bênçãos e proteção; que vossa espada corte todos os males que por ventura estiverem em nossas vidas, todos os trabalhos de magia negra, as doenças físicas, os cordões energéticos negativos, os eguns, os quiumbas e os portais negativos abertos contra nós, estejam eles onde estiverem. Pedimos, também, que corte a inveja, os ódios ocultos ou não, e que nos direcione para a evolução, equilibrando nossos mentais, trazendo saúde e abrindo nossos caminhos para a prosperidade material e espiritual.

Querida Mãe Iansã, dê-nos forças e sustentação, tirando as cobras, que invadem nossos bambuzais quanto os nossos caminhos.Auxilie-nos nas nossas vidas, direcionando-nos para os caminhos certos, por onde possamos ir ao encontro do nosso Divino Criador.

Na certeza de Vosso amparo e confiante em vós, agradecemos Vossa misericórdia e tão grande magnitude. Amém !

Salve nossa Mãe Iansã! Eparrei, Eparrei, Eparrei !!!!

yansã – Oferendamos Yansã para pedir movimento e direção em todos os sentidos da vida, a Ela solicitamos que nos envolva com sua Força guerreira para nos ajudar em nossas mudanças e conquistas, portanto, a Oferendamos quando estamos com nossas vidas estagnadas, quando nos encontramos depressivos, sem energia, sem direção, perdidos e cheios de dúvidas, afinal Yansã é a manifestação da alegria e da paixão pela vida e pelo que faz. Pedimos também a força e o movimento de Yansã para que envolva e encaminhe todos os eguns, espíritos negativos que desvirtuam nossa caminhada material, emocional e espiritual, direcionando-os aos domínios de Obaluaiyê ouOmulu onde serão conduzidos aos seus lugares de merecimento. Ela esgota os seres e os redireciona, abrindo novos caminhos por onde evoluirão de forma menos emocional. Yansã é a Orixá do Tempo climático, Senhora dos ventos, dos raios, do movimento e da direção.