Diferenças

Espiritismo X Umbanda

Esclarecendo as dúvidas, que acercam os meios em que se convivem espíritas, espiritualistas e umbandistas, passamos a orientar, através do site, as dúvidas e diferenças que preconceituosamente infelizmente surgem.

Todos sabemos que a Umbanda Sagrada é uma religião em que seus adeptos são alvos de comentários infelizes e discriminação por parte de muitos aos quais atribuímos a falta de conhecimento sobre o assunto.

Espiritismo: O espiritismo através da codificação de Allan Kardec é o Consolador prometido.

Jesus em seu ato de amor, nos presenteou com esse Consolador Prometido, que há dois mil anos não poderia ser revelado. Ante a situação psíquica desfavorável e inflexível em que nos encontrávamos quando então estávamos desfrutando da presença inestimável do nosso grande Messias.

Quase dois mil anos se transcorreram, até então em que em meados de 1857 , na França , surge das mãos de Allan Kardec “O Livro dos Espíritos”,… o primeiro da série esclarecedora em que se codifica o Espiritismo no planeta. Muito se foi criticado, condenado e queimado em Ato em praça pública os seus preciosos escritos.

Estes atos públicos não poderiam ser diferentes,.. visto que a civilização em forma geral, tem grande resistência e incredulidade ao “NOVO”.

Jesus foi duvidado quanto a sua identidade e suas palavras, pela sua origem. Ele foi humilhado, execrado , torturado e morto, por aqueles que seriam “seus filhos”,.. componentes de “seu rebanho”. ..

Mil e oitocentos anos depois,… veio Allan Kardec, dar continuidade ao que o fabuloso Messias Jesus nosso Oxalá, havia iniciado num trabalho de resgate urgente, a um planeta que seria consumido pelas sombras e escuridão, ante a ignorância e materialismo que nos detinham como habitantes da Terra.

Allan Kardec também sofreu descriminação e como não poderia ser diferente, foram poucos os seus amigos e fiéis adeptos.

Quase cem anos depois, com as graças Divinas de Olorum, temos a iluminada e humilde companhia daquele que continuou “alinhavando e tecendo” as obras que agora se faziam mais sólidas na Terra, Chico Xavier. Este nosso querido irmão também sofreu as investidas e humilhações daqueles que eram contra e que não aceitavam seu perseverante trabalho de ceifeiro do Senhor.

Muitas cuspidas na face, muita zombaria e descrença sofreu esse nosso amigo.

Paralelamente surge aqui na Terra a nossa Umbanda Sagrada. Nos referimos (aqui na Terra) porque há mais de três mil anos antes de Cristo, já tínhamos a elaboração e trabalho daqueles que são componentes do Universo Espiritual grandioso que são as entidades e seres de diferentes etnias, galáxias e esferas extra-físicas superiores, Povos atuantes da Umbanda Sagrada.

Mais uma vez pela falta de conhecimento, lendas e informações controvertidas, somos vistos como componentes de uma religião que tem seus rituais primitivos, macumbeiros, feiticeiros, pessoas que trabalham para fazer o mal e que tem como aparato espiritual, entidades simplórias e que ainda necessitam dos rituais para tentarem evoluir!!!

Lamentavelmente, mais uma vez, criticamos, execramos e condenamos aquilo “NOVO”, que não conhecemos.

Em verdade sabemos, que parte de toda essa crítica e problemática, também vem da infeliz realidade em que se encontram muitos centros que se dizem “umbanda”, trabalhando com magia negra, falsas promessas, cobranças financeiras, má conduta e postura de médiuns e seus dirigentes. Mas em se tratando da verdadeira e única Umbanda Sagrada, tudo isso é oposto ao grandioso propósito que seus componentes, soldados do Cristo, se propõem a fazer.

Então para finalizar o assunto sobre as diferenças entre Umbanda e Espiritismo concluiremos, para que não reste mais dúvidas, o trecho a seguir:

Segundo Kardec, Cap.I do Livro dos Espíritos, define: (…)

“Que creia na existência dos Espíritos ou em suas comunicações com o mundo visível.

Em vez de palavras espiritual, espiritualismo, empregamos, para indicar a crença a que vimos de referir-nos, os termos espírita e espiritismo, cuja forma lembra a origem e o sentido radical e que, por isso mesmo, apresentam a vantagem de ser perfeitamente inteligíveis, deixando o vocabulário espiritualismo a acepção que lhe é própria.

Diremos, pois, que a doutrina espírita ou o espiritismo tem por princípio as relações do mundo material com os espíritos ou seres do mundo invisível. Os adeptos do Espiritismo serão os Espíritas, ou se quiserem, os Espiritistas. (…) “

E em 1869 no ano de seu desencarne, Allan Kardec declarou:
“Para que alguém seja considerado espírita, basta que simpatize com os princípios da Doutrina (além da crença em deus, nos espíritos imortais e na comunicação deles, na evolução, na lei de causa e efeito, pré-existência do espírito e pluralidade dos mundos habitados, etc..) e que por ela paute a sua conduta.”

Assim sendo podemos afirmar sem sombra de dúvidas sobre a diferença entre Espiritismo e Umbanda:
Os Umbandistas SÃO espíritas, porque crêem e trabalham em conjunto com equipes espirituais,… mas os espíritas NÃO são Umbandistas, ..porque não crêem na magia, nas Divindades(Orixás), nas energias dos seres, elementos e elementais, nos fundamentos (das velas, cores,..) e nos inesgotáveis Mistérios Divinos!!!!!

Jabonã Ana